Recomendados

10 de outubro de 2015

O mal do mau humor

O bom humor deveria ser uma regra da sociedade, não tem nada mais difícil do que conversar com uma pessoa mal-humorada: "Bom dia, fulano.", "O que que tem de bom?", "Nossa, tá mal-humorado, hein? Que que aconteceu?", "Não é da sua conta, não me enche.", e por aí vai.

Eu dificilmente fico de mau humor, sou muito brincalhão, até demais às vezes, e por ser assim de vez em quando acabo brincando com alguém mal-humorado e tomando uma ou duas patadas, mas um coice aqui, outro ali, nada de muito grave, a gente sobrevive.

Agora pensa se for uma mulher mal-humorada, de TPM e que acabou de brigar com o namorado, mano, você sente um clima pesado só de chegar perto dela, precisa nem conhecer pra saber que ela está "um pouco aborrecida", se ela olhar diretamente nos seus olhos você vê o ódio, acho que até passa um filme da sua vida inteira na sua cabeça, você engole seco, abaixa a cabeça e se possível até muda de lugar.

Então é isso pessoal, se você gostou compartilhe nas suas redes sociais, clicando em algum botão na lateral do blog, ou ao fim da postagem, tanto faz, espero que tenham gostado, até a próxima, muito obrigado.

Vitor Kurosaki.