Recomendados

26 de agosto de 2017

AQEMOM Terror #01 - O Homem Bode

"O que venho a relatar aqui já está me deixando em pânico, meu corpo não para de tremer... Meu Deus, por que eu fui fazer isso? POR QUÊ? Era só uma brincadeira, mas como já me avisavam, toda brincadeira tem seu preço, tudo tem seu preço...

Espero que meu relato sirva de lição a qualquer pessoa que ouvi-lo para que essa história não se repita. Minha boca está seca, estou sentindo vários calafrios enormes, sinto que a morte está próxima, eu posso sentir o cheiro dela, o frio, meu Deus, o que é que eu fiz com a minha vida?



Meu nome é Rodrigo, e eu era apenas um estudante normal de 20 anos, que pegava ônibus todos os dias para ir pra faculdade, porém gostava de vasculhar o mundo espiritual, mesmo não acreditando muito e por conta dessa descrença eu fazia muita piadinha com espíritos, demônios, essas coisas.

Um dia eu estava navegando na Deep Web e me deparei com uma história (maldita história) que contava sobre a existência de um ser semelhante a um humano, mas com cabeça de bode que vivia nos terrenos desocupados de um igreja há muito abandonada, em um bairro afastado da cidade em que eu vivia. A lenda dizia que muitos anos atrás, um padre profano foi morto nessa igreja pelo próprio demônio e que sua alma nunca teve descanso, e mesmo após a morte o demônio  o atormentou, dizem que seu corpo se tornou peludo, e sua cabeça adquiriu características de um bode, como se fosse o próprio demônio, quem ousar entrar na igreja ele persegue, atormenta e o infeliz que se achou bom o suficiente pra desafiar essa criatura morre (ou simplesmente desaparece).

Eu, como sempre, ri dessa história e no sábado à noite fui nessa igreja com mais dois amigos, Renato e Bruno. Quando chegamos no local, ambos sentiram medo, não quiseram descer do carro 'fiquem aqui que eu vou lá, bando de cagões', eu disse isso rindo, peguei a lanterna e fui (antes tivesse o bom senso deles, eu conseguia sentir uma energia muito ruim, mas não ia dar pra trás agora). A igreja tinha um aspecto medieval que dava medo só de olhar, devido aos longos anos, a madeira apodreceu, parte do telhado cedeu, as janelas estavam quebradas, e as portas já haviam sido destruídas há tempos, entrei na igreja, não vi nada 'Cadê você padre? Hahaha, meu passatempo favorito é caçar bodes hahaha', nada aconteceu (maldita brincadeira, maldita brincadeira). Quando eu estava saindo da igreja, eu vi um vulto me observando por uma das janelas laterais que logo sumiu quando pisquei, achei que não fosse nada, entrei no carro, não contei aos meninos, apenas disse que eu tinha coragem e eles não e dei uma zoada.

No domingo nada aconteceu, apenas um sonho estranho que tive com essa figura me observando, mas não passou disso. Na segunda feira, quando eu estava voltando da faculdade, por volta das 23h, eu vi pela janela do ônibus, uma figura que parecia o vulto que vi na igreja, estava no meio de muita gente, mas ninguém parecia vê-lo, ele apenas apontou o dedo indicador peludo na minha direção e ouvi uma voz na minha cabeça que dizia 'Você',e novamente a criatura sumiu.

Na terça, eu vi essa criatura na esquina da minha casa, e novamente a voz na minha cabeça 'Você'. Eu já estava desesperado, não consegui dormir direito, eu escuto estalos na minha casa, cascos do lado de fora da minha casa (não brinquem com o desconhecido). Hoje, quarta feira, eu não fui pra faculdade, não consegui, estou me sentindo fraco, cansado, já são quase 2h, eu não consigo dormir, vim externar esse medo pra ver se me ajuda, mas acho que não me resta salvação, eu só quero que isso acabe, eu estou ouvindo passos dentro da minha casa, EU POSSO OUVIR A RESPIRAÇÃO DELE, A VOZ NA MINHA CABEÇA NÃO PARA DE DIZER 'VOCÊ, VOCÊ, VOCÊ', PELO AMOR DE DEUS, O QUE VOCÊ QUER DE MIM... Os passos pararam... Estou sentindo uma energia muito ruim no meu quarto... Que arrepio estranho... MEU DEUS, EU SENTI UMA RESPIRAÇÃO NA MINHA NUCA, EU NÃO QUERO VIRAR PRA TRÁS, EU NÃO QUERO VER, EU SINTO QUE ELE ESTÁ AQUI, ALGUÉM ME AJUDA, PELO AMOR DE DEUS ALGUÉM ME AJUDA, NÃO COMETAM MEU ERRO, NÃO EXISTE SALVAÇÃO PRA MIM, NÃO BRINQUEM COM ISSO, ISSO NÃO É UMA PIADA!! Não é uma piada, por favor me perdoa...AHHHHHHHHH"

Esse texto foi extraído de um áudio deixado por Rodrigo em um gravador de voz pouco antes de desaparecer. Ninguém sabe onde ele está, a polícia analisou os áudios, o caso foi arquivado, coincidência ou não, a unica pista que polícia conseguiu, além dos áudios, foi um pequeno pelo negro no quarto de Rodrigo.

_________________________________________________________________________________

Se copiar essa estória e não dar os devidos créditos o bode te pega.

Vitor Kurosaki.

Nenhum comentário:

Postar um comentário